terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Nova gravadora colocará todas as suas músicas para download, de graça

Uma nova gravadora, chamada DigSin, promete acabar com os padrões das demais empresas musicais. Ela quer divulgar as músicas dos artistas de uma forma inusitada, promovendo o download gratuito das faixas através de seu próprio site, para que você "aproveite música de graça a partir de 2012".

As canções serão vendidas normalmente no iTunes e terão stream no Spotify. Mas, segundo Jay Franks, dono da empresa, existirão links para download sem custos no site da gravadora, que será financiado por anúncios e publicidade, de acordo com o site The Next Web.

Em sua página no Facebook, a DigSin diz que acredita "no incrível talento de nossos artistas e queremos compartilhar a músicas deles com você. Estamos comprometidos a entregar as melhores novas músicas para os fãs, de graça".

Para Jay, é mais importante conhecer mais informações de quem está ouvindo determinada música do que ganhar dinheiro com cada um deles, apesar de admitir que as publicidades darão dinheiro.

Nesta segunda-feira (30/01) a 1ª música da gravadora foi lançada. A cantora NNXT, de electro-pop, será a estreante da DigSin. Sua 1ª música, chamada DRNK TXTNG, já está disponível para download.

fonte: olhar digital

Viram? dá pra ganhar dinheiro, se adaptar ao novo modo...

Atualização: Eu lembrava que alguem já tinhe feito isso, foi a Gravadora Trama Virtual, que está de parabéns assim  como a digsin

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Março Negro #StopCensura



Vamos apoiar gente, esta é uma campanha do Grupo Anonymous, que ao contrario do que o jornal disse não é um grupo de hackers malfeitores que quer vandalizar a internet. Eles estão mais para guerreiros da liberdade, então devemos apoiar esta campanha, não por eles, mas por nós mesmos.

Se você pensa “mas o sopa/pipa/acta/pqp nem vai afetar a minha vida...” não se iluda, vai sim. Vai alterar a vida de todos que usam internet, seja por que você tem um blog e não vai mais poder escrever qualquer coisa e usar uma foto encontrada na net pra ilustrar (seu blog pode sair do ar se falar sobre um filme e você usar o cartaz deste pra ilustrar o post). Se você não escreve mas lê blogs se prepare para perder isso também.

Todo o dinamismo que a internet proporciona vai morrer com essa censura sem sentido que só servirá como uma tentativa frustrada de encher ainda mais os bolsos das grandes gravadoras/produtoras. Eu digo “frustrada” porque eles só vão conseguir infernizar a gente, mas não vão ficar mais ricos, pois quem realmente pirateia não compra, e muitas vezes por ter acesso a uma copia ilícita buscamos o licito, a exemplo de Tropa de elite e Wolverine origens, 2 filmes que foram sucesso de pirataria e bilheteria.

Exemplo também visto na literatura, a exemplo do Paulo Coelho como vimos no post anterior, que teve um numero de vendas astronômico na Russia depois de liberar uma versão em e-book grátis no seu site.

Então eu peço, divulguem a campanha curtindo ela no facebook, copiem a imagem acima e postem em seus blogs, twitters, divulguem a amigos como puderem. Vamos fazer diferença no mundo agora, ajudem a escrever um capitulo importante na nossa historia, ou no mínimo não deixar que escrevam mais uma pagina negra nela.

Até mais  e obrigado pelos peixes
(aproveitando em quanto eu ainda posso usar como jargão o nome de um livro)





domingo, 29 de janeiro de 2012

O escritor mais inteligente do mundo...



O brasileiro Paulo Coelho não tem qualquer problema em ver seus livros serem pirateados e frequentemente disponibiliza links para suas obras em sites de compartilhamento de arquivos. Quando descobriu que o Pirate Bay estava promovendo artistas que gostavam de ter suas obras no maior site de torrents do mundo, ele gostou da ideia. E hoje, em vez do famoso barco pirata, há uma foto de Paulo Coelho, que leva para o seu blog. Lá ele explica:
Assim que descobri o que o Pirate Bay estava promovendo, decidi participar. Vários dos meus livros estão lá, e como disse no meu post anterior, O que penso do SOPA, as vendas físicas dos meus livros estão crescendo desde que meus leitores começaram a postá-los nos sites P2P. Você está convidado a baixá-los de graça e, se gostar deles, compre uma cópia física — esta é a maneira que temos de dizer à indústria que ganância não leva a nada.
Sim, é claro que Paulo Coelho, depois de ter vendido 140 milhões de seus livros em basicamente qualquer língua (provavelmente em élfico também) já não é afetado pela pirataria, e é possível crer que ela serve inclusive como uma forma de divulgação do seu trabalho. Em um post anterior, ele contou uma história bem interessante que ilustra o seu pensamento sobre:
Em 1999, quando eu fui publicado pela primeira vez na Rússia (com uma tiragem de 3.000 cópias), o país estava sofrendo com uma severa falta de papel. Por acaso, eu descobri uma edição “pirata” do Alquimista e postei na minha página. Um ano depois, quando a crise foi resolvida, eu vendi 10 mil cópias da edição impressa. Quando chegamos a 2002, eu tinha vendido 1 milhão de cópias na Rússia, e hoje já vendi mais de 12 milhões. Quando viajei de trem pela Rússia, encontrei várias pessoas que me disseram que primeiro descobriram sobre a minha obra através daquela edição “pirata” que postei no meu site.
Ajuda, é claro, o fato de Paulo Coelho ter uma obra relativamente grande. Se você gostou de um livro, pode comprar outro, e ele é bastante conhecido/distribuído — a lógica pode não funcionar muito bem com autores iniciantes. De todo modo, o escritor superstar tem razão em discutir a criminalização do download — é impossível saber qual a intenção de alguém que baixa algo protegido por direitos autorais. Há vários estudos mostrando que pessoas que baixam muita música “pirata” são justamente os maiores compradores, e temos mil exemplos de gente que compra boxes de séries depois de começar a assistí-las com a ajuda de Legendas.TV e Pirate Bay. Em resumo: o “prejuízo” da indústria e dos autores com todos os downloads é muitas vezes vastamente inflado.
Mas isso não significa que devemos achar que tudo gratuito online é um direito das pessoas, ou que a arte não será mais remunerada como era antes, que músicos só tem que ganhar dinheiro com shows e etc. A pirataria nunca vai acabar, mas ela certamente está de várias formas sendo enfraquecida, não apenas por leis mais rígidas, mas pela entrada de maneiras legítimas, mais baratas e práticas de consumir esse tipo de conteúdo. Nós voltaremos a esse assunto mais pra frente, mas enquanto aplaudimos a bravura do autor de O Aleph, queremos saber da opinião de vocês. Se você tivesse escrito um livro, gostaria de tê-lo no Pirate Bay?

---------------------

Será que o Sr. Paulo Coelho, o imortal da academia brasileira de letras consegue servir de exemplo? Será que a indústria vai reparar no exemplo de um dos escritores que mais vende no mundo? Esperamos que sim.

Em quanto isso na salinha dos fundos do Almoxarifado: Tiu Lobo, Tati e Trix preparam algo pra defender a internet (a idéia partiu da pergunta do leitor R.S.M.no post anterior) aguardem.

Até mais e obrigado pelos peixes...

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Você achava que SOPA e PIPA eram ruins? Conheça o ACTA, acordo internacional que promete limitar a internet [com video]]


Recentemente os projetos de lei antipirataria SOPA e PIPA, que dariam a criadores de conteúdo um poder absurdo sobre a internet, entraram na pauta do mundo inteiro depois que diversos sites fizeram blecautes em protesto. Porém, uma ameaça mais insidiosa está se espalhando, de maneira menos barulhenta: é o ACTA (Anti-Counterfeiting Trade Agreement), que quer implementar propostas semelhantes às da SOPA e PIPA no mundo inteiro.

Foi legal ver o mundo inteiro se juntar à luta do pessoal dos EUA contra uma lei que tinha várias propostas muito erradas. Mas no fim das contas a SOPA e PIPA, mesmo podendo afetar sites de todo o mundo, eram leis americanas. Ninguém teria direito a usar tais leis fora dos EUA, fora da jurisdição americana.

O ACTA, no entanto, é um acordo internacional: ele estipula duras regras sobre direitos autorais, e se preocupa apenas com os detentores de copyright, cujos abusos não serão coibidos. Há pouco que usuários e consumidores podem fazer contra ele, e não só na internet: o foco do ACTA é a pirataria digital, mas cobre também a pirataria física.

Em seu ponto mais polêmico, o ACTA explica o que provedores de acesso e a polícia devem fazer para “prevenir” e impedir a pirataria, envolvendo até mesmo desconexão forçada de quem piratear pela terceira vez. Isto, obviamente, significa que seu provedor teria que monitorar tudo o que você faz na internet. Lá se vão a privacidade e a liberdade na rede.

Os EUA vêm discutindo o ACTA com outros países em segredo, a portas fechadas, desde pelo menos 2007, sem qualquer envolvimento de organizações civis – elas só puderam ver o texto finalizado. (Antes disso, no entanto, documentos do ACTA vazaram mais de uma vez.) Diversos países já assinaram o acordo: Canadá, Coreia do Sul, Japão, Marrocos, Cingapura, Austrália, Nova Zelândia e, claro, os EUA. O México e países da União Europeia também poderão ser signatários até 2013.

Esta semana, a Polônia prometeu entrar no ACTA, o que motivou protestos nas ruas contra a medida: manifestantes com adesivos tapando a boca, máscaras de Anonymous e cartazes protestavam em frente a um escritório da UE. Além disso, desde domingo alguns sites locais saíram do ar depois de serem hackeados. Mesmo assim, a Polônia assinou o ACTA, tornando-se o primeiro país da UE a fazê-lo. A medida ainda precisa ser aprovada pelo Parlamento e pelo presidente.

Os EUA querem empurrar o ACTA para outros países, oferecendo em troca vantagens comerciais, mas o Brasil já avisou: não vai fazer parte. É o que Kenneth Félix Haczynski, chefe da Divisão de Propriedade Intelectual do Itamaraty, disse ao Estadão. E mais: “os Brics não participaram [da discussão do Acta], assim como nenhum país sul-americano”. Ou seja, grandes países como Rússia, Índia, China e toda a América do Sul estão fora. Infelizmente, isso não quer dizer que o Brasil ficará livre das pressões pró-ACTA.



Você pode encontrar mais informações sobre o ACTA no vídeo acima (com legendas em português), nesta reportagem do Estadão e no site www.stopacta.info. Comprometer liberdades civis para combater a pirataria de forma antidemocrática é algo que não podemos aceitar.


Até mais e obrigado pelos peixes!!!

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

O que as mudanças da política de privacidade do Google significam?


O Google anunciou ontem que decidiu modificar toda sua política de privacidade. A primeira vista, a mudança é bem simples: todos os serviços do Grande G terão a mesma política de privacidade. Mas isso significa que todos os dados serão unificados. E que as informações usadas em qualquer serviço do Google poderão ser usadas todos os outros. Há escapatória?

Segundo o Google, a mudança aconteceu por dois motivos: primeiro, o site contava com mais de 70 políticas de privacidade, e era difícil revisar todas com as agências reguladoras. Agora, com uma só política, alguns entraves legais devem ser eliminados. E, em segundo lugar, o Google diz que isso irá melhorar a vida do usuário. Como?






Agora, todos os seus dados serão armazenados e coletados de uma só forma. Isso significa que se você estiver no Gmail, por exemplo, e escrever sobre alpinismo, sua próxima visita ao YouTube poderá ter uma sugestão de vídeo sobre o assunto. Há, no entanto, combinações mais perigosas: usuários do Google Latitude, por exemplo, terão seus dados de localização colhidos e utilizados em outros serviços — o mesmo para americanos que usarem o Google Wallet como carteira virtual. O mesmo acontece com o Google+, que cada vez ganha mais espaço em outros serviços da empresa: eles já aparecerem no topo das buscas com sugestões de amigos e páginas.

E qual o problema em toda a história? A famigerada frase “don’t be evil”. Foi com esse mantra que o Google se tornou o que é hoje, e compilar dados de usuários para facilitar o bombardeio de publicidade mais do que direcionada não parece seguir a filosofia da empresa. Segundo os princípios de privacidade da empresa:

Pessoas têm preocupações e necessidades diferentes sobre privacidade. Para servir melhor todos os nossos usuários, o Google esforça-se para oferecê-los opções úteis e fáceis sobre como lidar com suas informações pessoais. Nós acreditamos que informações pessoais não devem ser usadas como reféns e temos o compromisso de criar produtos que permitam que os usuários exportem suas informações pessoais para outros serviços. Nós não vendemos as informações pessoais dos usuários.

Pois bem, caso você não aceite a nova política de unificação de dados do Google, sabe qual é sua opção? Não usar os serviços. Tais mudanças podem facilmente ultrapassar a linha de privacidade proposta pela empresa. E elas também indicam que as recentes mudanças — como a adição da “busca social” com o Google+ — mostram um caminho bem diferente daquele Google que pregou a ideia de “lucrar sem ser demoníaco”. E bem parecido com aquilo que Larry Page criticou em uma entrevista à revista Playboy em 2004:

PLAYBOY: Os portais tentam criar o que eles chamam de conteúdo pegajoso, para manter o usuário pelo maior tempo possível neles.

PAGE: Esse é o problema. A maioria dos portais mostra seu próprio conteúdo acima de outros conteúdos da internet. Nós acreditamos que isso é um conflito de interesse, algo análogo a ganhar dinheiro com resultados de busca. A ferramenta de busca deles não necessariamente oferece os melhores resultados; ele oferece os melhores resultados do portal. O Google tenta, de forma consciente, ficar longe disso. Nós queremos que você saia do Google e chegue ao lugar certo o mais rápido possível. É um modelo bem diferente.

Agora, você tem até o dia primeiro de março para rever toda a sua vida online e pensar no que você quer compartilhar em cada serviço do Google. E fique de olhos bem abertos quando aquela publicidade extremamente direcionada atingir sua tela.

Ctrl+C Ctrl+V do Gizmodo



Gente, talvez eu esteja sendo ingênuo, mas acho que na pratica não muda muito, pois tu loga no Google ele já fazia isso, talvez só a busca agora fique mais refinada de acordo com os teus interesses recorrentes.

Na boa, tem uma galera que faz um baita alarde pra esse tipo de coisa, mas quando abre uma conta em qualquer serviço on-line  nunca para pra ler o contrato. Se formos por esse lado, o Facebook é proprietário de toda e qualquer informação postada nele, então cada palavra, cada foto, ou vídeo que vão parar lá, se tornam propriedade da empresa, por tanto eles podem vende-la, assim como o Twitter já fez.

Em quanto eles usarem meus dados para me prestar um serviço melhor não me preocuparei, só iria contra caso eles começassem a divulgar estas informações.

Até mais e obrigado pelos peixes

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Arrumando o telhado da Mansão Wayne


Enquanto Bruce estava em uma festa de caridade para os órfãos de Gotham, o Alfred mandou verificarem porque o ouvia tanto barulho no teto da mansão Wayne.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Compartilhamento de arquivos é reconhecido como 'religião' na Suécia



Uma igreja que prega o “kopimismo” foi reconhecida oficialmente como organização religiosa na Suécia, segundo o site da organização.

“Para a igreja do kopismo, a informação é divina e o compartilhamento é um sacramento”, informa comunicado da entidade. “A informação contém valor, que se multiplica por meio da cópia.”

De acordo com a igreja, o reconhecimento do governo sueco veio logo antes do Natal. “Tivemos que fazer a requisição três vezes”, disse o presidente da organização, Gustav Nipe.

A entidade diz que o país é o primeiro a reconhecer o kopismo como religião. “Esperamos que esse passo seja em direção a podermos viver com a nossa fé sem medo de perseguição”, disse Isak Gerson, líder espiritual, em comunicado divulgado pela igreja.

O site da entidade diz que a igreja do Kopismo tem origens no ano de 2010. Não é preciso fazer nenhum registro para participar dos serviços religiosos em que os membros compartilham informações entre si por meio de cópias e remixes. A "Wired" afirma que a organização conta com mais de 3 mil pessoas.

Notícia Chupada do portal G1



Podíamos disseminar isso no mundo, quero ver o SOPA/PIPA ir contra uma religião. Aposto que em questão de semanas chegaríamos a milhões. Vamos orar ao sagrado link para nos prover o download nosso de cada dia.

Até mais e obrigado pelos peixes

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Melhor Brinquedo do Mundo!

Bem apesar do robozinho não caminhar e apenas deslizar...
Ele ainda é ótimo, não esta em produção..mas a companhia estima que cada um custaria Us$21.000,00  (a coração do real muda XD)



Como sempre estou no país errado¬¬

Another one bites the dust

(ta num tinha foto melhor)
Filesonic, um dos grandes sites de compartilhamento, com medo da atual caça-as-bruxas encerrou seu plano de compartilhamento de imagens, agora apenas podendo armazenar arquivos e a pessoa que armazenou recupera-los.

Coluna: Nerd do Inferno


Oi leitores, vocês podem ter estranhado o titulo do post. “Nerd do Inferno” é um termo que usamos aqui em casa para apontar casos extremos de nerdisse. Resolvi compartilhar com vocês estes casos. Espero que gostem, comentem e compartilhem as suas experiências de Na “nerd do inferno” conosco.

Este caso em particular foi algo extremamente marcante. Estávamos eu e o @marcelogrisa (meu amigo da faculdade) na aula de filosofia, quando o professor comenta faz um comentário para exemplificar a matéria.

“Os filósofos adoram pensar sobre coisas que não tem uma resposta exata. Por exemplo: qual o sentido da vida?”

Neste exato instante sem pensar ambos levantamos a mão e respondemos imediatamente. - 42.

O Professor não entendeu nada mas perguntou. – o que?

E repetimos. 42 é a resposta.

Ele ainda sem entender ficou nos olhando com cara de ponto de interrogação.

Então eu me adiantei é que a pergunta está mal formulada, quando o senhor descobrir quel é a pergunta, a resposta vai fazer sentido...

O professor ainda estava atordoado quando o Grisa explicou se que tratava de um trecho do “guia do mochileiro”.

Obvio que ele nunca havia ouvido falar do livro ou do filme.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Sopa Shall Not Pass!!!!!













Desculpem o erro na formatação da imagem, mas a imagem não cabia e refomatamos direto no blog depois de postar.

Até mais e obrigado pelos peixes

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Após fim do Megaupload, hackers atacam Departamento de Justiça e Universal Music



O grupo hacker Anonnymous resolveu contra-atacar depois que o site Megaupload, o maior do seguimento de compartilhamento de arquivos online, foi fechado e seu fundador, Kim Dotcom, foi preso na Nova Zelândia. Os primeiros alvos dos ciberativistas foram os sites do Departamento de Justiça dos Estados Unidos e a gravadora Universal Music.

Por meio de uma conta no microblog Twitter (@AnonOps), o grupo afirmou ter derrubado os dois sites e disse lutar pela "liberdade da internet". O grupo já protagonizou diversos ataques a instituições governamentais e grandes empresas de diversos países, como meio de protesto ou alerta sobre a falta de segurança das informações particulares dos internautas.

Os Estados Unidos vivem um intenso debate por conta de duas leis, a Stop Online Piracy Act (SOPA) e Protect IP Act (PIPA), que prometem tornar mais rigoroso o combate à pirataria na Internet e podem até responsabilizar os fundadores e executivos das empresas que mantiverem arquivos ilegais em seus sistemas. Diversos portais, como Google e a Wikipedia em inglês, fizeram protestos contra as medidas.

Chupado diretamente do Jornal do Brasil 

Aproveitando: O Almoxarifado não apóia pirataria, mas todos os membros são terminantemente contra qualquer tipo de censura. SOPA/PIPA não são nada, além disso, censura para todos em nome de uma indústria que fatura milhões e não entende que quem pirateia não compra original, portanto eles não estão perdendo dinheiro nenhum. Temos que fazer comoção publiquem #stopSOPA no twitter vamos manter o assunto vivo. Protestem!!!

Indignadamente Tiu Lobo

Até mais e obrigado pelos peixes

Luto


The Guardian: Japoneses são Fracos

Matéria do Jornal "The Guardian" da Inglaterra(do Reino Unido já que não sei em qual pais de merda é a sede deles), fez uma matéria sobre o pensamento japonês de "2D melor que vida real" e blablabla...aqui a matéria sem tradução:

http://www.guardian.co.uk/commentisfree/2011/dec/27/japan-men-sexless-love

Apesar de ser a mesma paródia que eu mesmo faço em meu blog: Avalanchando o ódio.

Eu não sou um meio profissional de mídia(sequer sou pago...), então alguns fatos:

1-Obviamente o cara fez uma notícia sobre uma sociedade de um país sem estar nele.
2-Apesar de  ser famoso por essa Bizarrices, as vendas de Jogos de Encontros, DvD eroticos, Moeblob são consideradas bem baixas(coisas que retratam o otaku sinistro).
3-Esse é um problema combatido apenas em Tokyo, colocar os 60 milhões de japoneses ai é imbecil.
4-Francamente...esses tempos li uma notícia que na Inglaterra a diretora de uma escola passou um recado aos alunos que o estudante X, deveria ser considerado uma garota e não poderia ser destratado...
O estdante X era um menino que se vestia como uma garota e um psicólogo tinha  diagnosticado uma sindrome de distúrbio de sexualidade....numa criança de 10 anos¬¬(forte perdida já).
5-Cara você considerou o 2chanel uma fonte...AUAUHHUAHUAUHA

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

DC "contra" os Mangás

Numa campanha contraditória,a comicshop ROBORAMA e aparentemente em acordo com a DC fizeram esses flyers, aonde qualquer americano poderá trocar uma volume #1 de qualquer mangá por uma edição #1 do novo universo DC.
Alguns encaram isso desse jeito:

Outros encaram as coisas desse jeito:

Ao meu ver isso é apenas um esquema, mangás tem em média um preço 3 vezes maior que uma edição americana, logo eles trocariam uma revista de 10 dólares, por uma de 3(e provavelmente ficariam com uma coleção incompleta se tivessem comprado os demais volumes)

Fui!

SOPA/PIPA- Que %#$&# é essa?

É a tentativa escrota de cercear, cencurar, e comandar a internet pelos grandes, como sempre, o lucro é foco...mas enfim dá uma olhada pra ficar ligado no que querem fazer com a gente!!!!

O objetivo da legislação é bloquear o acesso a sites internacionais que comercializam conteúdo roubado ou produtos falsificados(entre aspas)

As companhias de Internet se opõem ferozmente à ideiae reforçaram seus esforços de lobby nos últimos meses, argumentando que o projeto de lei solaparia a inovação e a liberdade de expressão, e comprometeria o funcionamento da Internet.

Alguns defensores da liberdade na Internet apelaram por um boicote a quaisquer empresas que apoiem o projeto de lei, e diversos sites muito procurados, como a enciclopédia comunitária Wikipedia e o site de mídia social Reddit, anunciaram que ficariam inativos nesta quarta-feira como protesto contra a medida.

Com a virada no sentimento do público sobre o projeto, nas últimas semanas, e a ameaça implícita de veto surgida da Casa Branca, os assessores do Congresso estão se preparando para reformular o projeto de lei ou possivelmente redigir novas medidas.

Um projeto de lei norte-americano cujo objetivo é combater a pirataria online e parecia destinado a aprovação rápida no Congresso dos Estados Unidos agora talvez seja diluído ou abandonado, depois de ser criticado no final de semana pela Casa Branca, disseram fontes informadas sobre o assunto.

O projeto de lei, conhecido como SOPA na Câmara dos Deputados e PIPA no Senado, era grande prioridade para as companhias de entretenimento, editoras, empresas farmacêuticas e muitas organizações setoriais, que o consideram como crítico para reprimir a pirataria online.Em mensagem publicada em seu blog no final de semana, a Casa Branca afirmou que não podia apoiar "um projeto de lei que reduz a liberdade de expressão, amplia os riscos de segurança na computação ou solapa o dinamismo e inovação da Internet global".

Parece provável que três seções importantes do atual projeto sejam mantidas, disse uma pessoa informada sobre o assunto. Elas envolvem cláusulas que levariam serviços de busca a desativar links que conduzam a sites estrangeiros irregulares, e corte de serviços publicitários e de processamento de pagamentos a eles.

Mas outras cláusulas, que exigiriam que provedores de Internet como a Verizon Communications e a Comcast cortem acesso aos sites irregulares por meio de uma tecnologia de bloqueio de endereços online, agora devem ser eliminadas.

Fontes: Youtube, Info


Se liga Galera!!!


Nerdearemos mais em breve!!! Orgulho Nerd: Eu Tenho \o/

Ps: Desculpem o tempão sem postar nada... --'

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Encontrado o maior aglomerado de galáxias já avistado pelo homem



El Gordo, assim foi chamado o maior aglomerado de galáxias já visto pelo homem, (que disse que cientistas não tem senso de humor, o que não quer dizer que este seja bom). O aglomerado é a resultante da colisão entre 2 aglomerados menores (a velocidade de deslocamento deles era na base de milhões de km por hora, mas não chegava a 1ly/h).
Além de ter mais massa e ser mais quente ele ainda emite mais raios-x do que qualquer outro aglomerado conhecido.  De acordo com os cálculos o gordinho está a 7 bilhões de anos-luz.
*ly = anos luz


Até Mais e Obrigado Pelos Peixes

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Eumente o som com Marcpapeghin em FF VI



Se você curte boa música, ouça. Se curte games, ouça também. Se curte os dois, pare tudo o que está fazendo e preste atenção neste medley que pode ser categorizado como algo não menos que Épico. Marcpapeghin, já famoso no YouTube por suas músicas baseadas em jogos, soltou já no início do ano uma bomba para os fãs. Um medley fenomenal das músicas de Final Fantasy VI (SNES), um dos melhores títulos da franquia de RPG da Square Enix. Dedique 12 minutos do seu tempo para ouvir esta trilha, que chega a ser revigorante de tão boa.

Materia enviada pelo nossa leitor Miifbs

Até mais e obrigado pelos peixes

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Como que o Doc não pensou nisso antes?






O carro ficou famoso na trilogia “De volta para o futuro” como a Time Machine. A jogada é chamar a atenção para os carros elétricos.


A NRG, especializada em energia alternativa, apresentou uma versão elétrica do DeLorean, carro que ficou famoso na trilogia de filmes 'De volta para o futuro'. Inteção é chamar a atenção do público da Consumer Electronics Show (CES) 2012 para os motores elétricos para carros






 

Por se tratar de um protótipo de um dos carros mais famosos do cinema, a NRG não quis revelar data de lançamento, preços e a distância que o veículo pode percorrer com uma única carga. No entanto, a companhia fez questão de mostrar o motor do DeLorean, que recebeu o nome de DMCev.









Detalhes do interior do DeLorean DMCev. O carro antigo recebeu toques mais modernos em sua versão elétrica







A parte critica é que se o carro do filme fosse elétrico ele poderia funcionar usando a energia do Mr. Fusion (claro que isso estragaria toda a trama do terceiro filme).

Até mais e obrigado pelos peixes.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Venha para a escola Jean Grey


     A muitos anos no orkut surgiram os "Bogus", basicamente você fazia um profile falso de um personagem e agia como se fosse ele, interagia com o público e outros personagens e promovia o show que você gostava, nesse meio que surgiu minha alcunha de Lance.
Claro que essa brincadeira se perverteu a anos,mas isso fica pra depois....vim apenas dizer que...a MARVEL copiou nossa idéia!!!

Nessa Quarta-Feira, durante o lançamento da revista "Wolverine e os X-men #4" (nome imbecil,mas revista ótima), a Marvel fez um dos eventos da revista sair no Twitter, mais precisamente a aula sobre "História do Passado Futuro 101"...e foi fantástico!(plim!)

Por meio do Twitter, usuários viam os pontos de vistas, conversas e acontecimentos que complementam(mas não são necessários par ao entendimento da) a história, inclusive alguns personagens como o Genesis agradeceram  o apoio dos fãs.

Pra mais informações e as contas dos personagens aqui(pena que o Twitter é meio ruim de ler a conversa linerar):
http://marvel.com/news/story/17933/attend_class_at_the_jean_grey_school

òtima sacada da marvel...e bem mais interessantes que colocar os Twittis dentro da revista como vinha fazendo.

Noticia Extraordinaria




Você pagaria para transar com a “Slave Leia” no covil de Jabba the Hutt? Acha que uma mulher igual à Uhura de Star Trek seria uma boa pedida? Talvez seus sonhos mais pervertidos incluam uma Stormtrooper Imperial peituda?
Pense nisso, porque em breve abrirá um bordel sci-fi nos EUA (obvio que coisas legais assim só na gringolandia) – ele se chamará Alien Cathouse.
O empresário Dennis Hof comprou um antigo bordel a 150km de Las Vegas, e quer criar um parque de diversões adulto com tema “Área 51” (não preciso explicar o que é a Área 51 né?). Hof além de reformar o prédio, vai transformar todo o lugar em uma terra de fantasias adultas com alienígenas.
Então quando forem a Vegas já sabem uma paradinha na Alien Cathouse é obrigatoria. (Se você estiver solteiro obvio)


Fonte: Time

Até mais e obrigado pelos peixes

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

E eu nunca pensei nisso

Se já tivesse feito isso nunca mais teriam me pedido pra escolher um vegetal na vida.
Obrigado especial ao Fábio Coala por essa idéia maravilhosa.

domingo, 8 de janeiro de 2012

Angry Troll

Não sei quem foi mais troll, o estilista ou quem escolheu o vestido pra ela.

Quem souber quem é ela e onde foi tirada essa foto deixa nos comentarios.